ANTICONCEPCIONAL ENGORDA? Tire suas Dúvidas!

O método contraceptivo do anticoncepcional é um do mais populares no mundo. Quando usado de forma correta, como a indicada na bula, ele promove é eficiente na prevenção da gravidez ou a possibilidade de uma gestação planejada, o sonho de diversas mulheres. Mas como todo medicamento, ele tem seus efeitos colaterais, e um dos mais temidos é o ganho de peso. Será mesmo que o anticoncepcional engorda?

anticoncepcional engorda ou não

Infelizmente sim, o anticoncepcional engorda. Os hormônios usados em tais medicamentos são indicados para prevenir a gravidez, mas ao mesmo tempo eles alteram algumas funções corporais e podem ajudar na retenção de líquido. Com isso, o corpo aumenta a quantidade de peso sem necessariamente ser um ganho de gordura. Contudo, a balança vai mostrar mais quilos.

O anticoncepcional é o medicamento mais seguro e indicado para usar para prevenir a gravidez. É vendido em farmácias e drogarias de todo o Brasil sem receita médica e com preços convidativos, até mesmo distribuído em postos de saúde gratuitamente. Há versões tanto em comprimidos como em adesivo, em injeção para três meses ou apenas um mês, intra uterino, dentre outros. Há relatos, infelizmente, que todas as versões podem causar o aumento de peso.

Como saber se um anticoncepcional engorda?

A retenção de líquidos é um dos efeitos colaterais mais comuns do uso de anticoncepcional, por isso é comum a fama que anticoncepcional engorda. Mas como todo efeito colateral, não é algo com certeza. Há mulheres que emagrecem e outras que ganham mais de vinte quilos. Para saber se você vai perder peso ou ganhar, infelizmente é apenas usando.

Há anticoncepcionais conhecidos por ajudar na retenção de líquido, por isso os médicos informam mais claramente, mas a maior parte enumera em seus efeitos colaterais o aumento de peso. Os mais famosos anticoncepcionais que engordam são o Ciclo 21, Microvilar e Diane. Mas mesmo com estes, há quem diga que conseguiu perder peso com seu uso e até melhorias na pele.

No mais, os médicos são unânimes em declarar: apenas tomando para saber. Mulheres com o biótipo genético de serem magras e que foram a vida toda podem não ganhar se quer um quilo, enquanto as que são mais propensas a reter líquidos podem ganhar bastante. Mas apenas tomando para saber como o seu corpo se comporta.

Aqui vão mais dicas:

Anticoncepcional de uso contínuo engorda?

Os ginecologistas indicam que dos presentes no mercado, este seria o que mais fornece chances de engordar. Isso porque o medicamento não tem pausa, deixando o corpo se preparar para uma possível menstruação ou gravidez. Sem a pausa, há maiores chances do corpo não liberar os líquidos retidos e com isso o aumento do peso.

As pacientes relatam que o que mais engorda seria a versão injetável, via seringa. Isso porque a dosagem hormonal é maior, já que seu uso é mensal ou trimestral. Isso pode deixar o corpo mais suscetível a aumentar o peso por retenção, mas também há variantes. Diversas mulheres dizem que tomam o produto e nada acontece. Como dissemos antes, é um dos efeitos colaterais que não dá para prever.

Os benefícios e efeitos colaterais do anticoncepcional

Mesmo com o ganho de peso, o uso do anticoncepcional ainda vale a pena. Além de prevenir a gravidez o medicamento tem diversos outros benefícios bacanas, como:

  • a redução dos sintomas da TPM
  • ausência de cólicas e diminuição dos sintomas da TPM
  • O fluxo menstrual também deve vir na data correta (pausa) e um fluxo bem menos intenso. Na verdade o sangramento é quase ausente e costuma vir sem dores
  • Há ainda a melhoria da pele em alguns casosdicas de anticoncepcionais que não engordam

Há a parte ruim, como qualquer medicamento, que são seus efeitos colaterais, muito sentido pelas mulheres. Os mais comuns são sensibilidade nos seios, um inchaço. Pela retenção de líquidos, os seios tendem a inchar e podem ficar muito sensíveis, com dores. Há ainda o crescimento excessivo de peso, já que há hormônios a mais no seu corpo. Há quem depile em menos de 10 dias as pernas e axilas e é bem comum também, também um efeito colateral nada agradável.

perda de libido e anticoncepcionais

São efeitos colaterais ainda dores de cabeça, corrimento e um dos mais temidos: ausência de libido. Há relatos constantes de que o anticoncepcional diminui o libido. Por muito tempo os ginecologistas negaram que isso poderia acontecer, mas hoje já está na relação dos efeitos colaterais dos medicamentos. Não há uma perda total do desejo de ter relações sexuais, mas não é dos efeitos mais agradáveis no corpo.

 

Outro dos efeitos colaterais nada agradáveis do medicamento é a diminuição do PH da região, podendo causar algumas doenças como a candidíase ou irritação na pele e corrimento vaginal. Para combater um possível problema com fungos, é apenas não usar roupas apertadas o tempo todo e manter a região sempre limpa. É indicado em dias mais quentes usar vestidos também.

Como combater a retenção de líquidos com o uso do anticoncepcional

anticoncepcionais podem contribuir para aumento de peso

retenção de liquidos

Se você é das que ganha peso com o uso do anticoncepcional e precisa tomar o medicamento, há algumas medidas a serem tomadas. Uma delas é praticar exercícios, que acelera o metabolismo e com isso promove a perda de peso. Há ainda o uso de chás do tipo chá verde, chá vermelho, chá preto. Frutas e verduras antioxidantes podem ajudar a diminuir o problema e a combinação de exercícios como caminhadas e semelhantes são especiais para ajudar.

O indicado ainda é dar uma pausa no uso para “limpar o organismo”. Se o aumento de peso está grande, pare por dois meses ou mais cartelas ao menos uma vez ao ano. O uso contínuo também deve ser cortado por um tempo se o aumento de peso é um problema. O melhor é dar uma pausa de alguns dias.

Tomei anticoncepcional e engordei: e agora?

O ganho de peso está te incomodando? O melhor é finalizar a cartela e testar outro indicado por seu médico. Não interrompa a cartela na metade, ou haverá sangramento de escape pela interrupção hormonal. Finalize a cartela primeiro e só depois parta para outro medicamento. Peça uma indicação médica e veja se outros métodos contraceptivos não seriam mais indicados no seu caso.

Mais artigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *